quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Neve.

Frio.
A rua deserta
O rio gelado
A vida que dorme em mim.


Marcos de Castro

Nenhum comentário:

Postar um comentário