terça-feira, 7 de setembro de 2010

Expurgo.

Expurgo.

Triste fim.
Depois que se foi é passado.
O adulto passeia a margem
seu redentor,  sua prece,  sua culpa.
A sombra da árvore ao ver o rio passar
enumera.

O peixe negro para ser pescado.


Um comentário:

  1. Waw! Parabéns pelos textos. Vou acompanhar por aqui. Gostei do estilo.

    ResponderExcluir