sábado, 18 de dezembro de 2010

aizav

Living.


A casa está vazia.
Agora dorme o inesquecível ser
em alento vazio.
Lá fora estremecem dinossauros
em um tempo perdido.


O sono não adormece
e nem um cigarro é perdido.
Amanhã quando o novo aparecer
rangerá ao ouvido uma dor não esquecida.

               Marcos de Castro

2 comentários:

  1. Eu estou nessa...a única diferença é o cigarro...bjos!

    ResponderExcluir
  2. Também não fumo. O personagem se deixa fumar... rs

    ResponderExcluir